domingo, 15 de maio de 2011

Dois Anos (Amor, Amor, Amor)

Estava fazendo um balanço de tudo que aconteceu na minha vida nos últimos dois anos, e por incrível que pareça só consigo pensar uma coisa: que minha vida passou a ter graça depois que te coloquei nela. Isso é exagero? Talvez fosse se meu dia não melhorasse totalmente toda vez que escuto um ‘eu te amo’.

Nos momentos mais estranhos, em que eu estou pensando a toa, eu acabo sendo levado a pensar em chocolate e calor. É que eu me lembro dos seus olhos e do seu beijo. Quando eu deito minha cabeça no travesseiro eu penso em futuro, em família, e muito mais muito amor.

Você já pensou no quanto tudo mudou em dois anos. Quem diria que dois anos à frente eu estaria tão responsável, tão menos irredutível, tão mais sorridente, tão menos egoísta, tão... Feliz. É, em dois anos muita coisa mudou. Nós tivemos tudo para dar errado, e mesmo assim continuamos a dar mais certo do que tudo que eu conheço. Simplesmente porque somos chatos demais para desistir, e acabamos conseguindo que tudo desse certo não é?

Pois é, já são dois anos de muita coisa acontecendo. E eu só tenho a te agradecer. Pelo seu amor, pelo seu carinho. Pelas brigas também. Por tudo. Porque você simplesmente me faz um bem imensurável. Faz-me querer ser uma boa pessoa, só para te fazer feliz. Faz-me acreditar que a vida é mesmo algo bom de viver.

Pensando melhor, quando eu olho para esses dois anos, só consigo ter memórias boas de tudo que a gente vivenciou. Porque você sempre esteve ao meu lado, mesmo sem querer em algumas ocasiões.

Você já pensou no que o futuro reserva para o nosso amor? Nós poderemos estar agarradinhos num cinema qualquer, sem estarmos enjoados daquelas comédias românticas que só nos fazem ter certeza que nosso amor é muito melhor que aqueles que são produzidos em hollywood. E quando sairmos para esticar as pernas pelas ruas, o sol vai brilhar em você, e em mim; seus olhos vão ficar mais achocolatados ainda, e vamos sorrir, apenas por existirmos um ao lado do outro.

Posso ver como tudo vai acontecer em cada detalhe. Eu vou te roubar um beijo, e você vai protestar, mas vai esquecer rapidamente, porque vou te mostrar uma nuvem com um formato de um avião. Vai haver sol e nuvens brancas em todos nossos dias, porque eu estarei contando minhas piadas idiotas, e você estará gargalhando delas como sempre.

Nós também vamos nos lembrar quando costumávamos a discutir por causa que eu roubei um pedaço do seu sanduíche, e sorrir bastante, pois era isso que nos divertia naquela época. Vamos poder ficar até tarde na varanda, numa noite quente bebendo vinho, nos divertindo, e bebendo. Só rindo. Isso porque nesses dois últimos anos aprendemos a apreciar a companhia um do outro mais do que qualquer coisa. E na nossa cabeça só vai ficar ecoando uma palavra: Amor, Amor, Amor.

Pode ser meio fantasioso, mas é tudo o que vem na minha mente quando olho pro seu sorriso; Que o futuro que nos aguarda é tão melhor do que o presente que temos agora; E olha que é impossível superar a felicidade que sinto agora.

Acabei de lembrar, quando eu te ver da próxima vez eu vou dizer "Eu nunca fui tão feliz quanto estou agora", e você vai sorrir e responder "É, eu nunca pensei que poderia ser tão feliz quanto eu sou quando estou com você" Tudo vai ser Amor. Carinho e chamego. Algumas brigas, e beliscões. Beijos e mordidas. Mas principalmente amor. Por toda a eternidade.

E quando os meus dias cinzas chegarem, você vai estar lá para me animar, dizer que é besteira minha e me mandar sorrir e te beijar; como fez nos últimos dois anos. Quem sabe até, você consiga finalmente extingui-los da minha vida. Não sei se você  notou, mas eles são tão raros ultimamente, isso porque dois anos atrás minha vida era cinza, agora só alguns dias perdidos são assim. Tal igual eu vou estar aqui o tempo todo para te dar dengo, me apaixonar mais ainda pelo se risinho de tão apaixonado, e pelo seu bico cheio de mimo. É, do passado ao futuro vai ser só Amor, Amor,, Amor.

Infelizmente, tenho que te dizer que pode ser também, que daqui a dois anos, a gente nem se encontre mais. Pode ser que a gente nem se conheça mais. A gente pode não se dar bem. Talvez a gente só se estranhe e se perca. Mas independente do caminho que tomemos, sempre vai existir amor. Aonde você for, vai ter amor. Todo esse amor que eu carrego por você.

Hmm. Sinceramente, do jeito que sou insistente, duvido que você algum dia consiga fugir desse meu amor todo. Então esquece essa possibilidade de não existir pra mim. Pois te quero muito mais que o infinito anseia por um fim. Então que esses dois anos sejam ínfimos em comparação a eternidade que quero passar junto com você.

Lembre-se do que meu ‘eu te amo carrega’ e sorria, porque nossos dois anos transbordam de Amor, Amor, Amor.

Um comentário:

  1. muito bom, roubei.
    valeu
    abraços e felicidades...
    gigante

    ResponderExcluir